sexta-feira, 15 de abril de 2011

Transfiguração

Tenho andado absorta em pensamentos, me afundando em devaneios vários. Estou sentindo uma calmaria em minh'alma; calmaria que não vejo há muito tempo. É um sentimento estranho, como se pouco a pouco uma alegria silenciosa fosse desabrochando-se dentro de mim. Tenho acordado sem vestígios de dor pela cama e sem sentir o latejar de minhas noites de insônia. É como se fosse um nada ganhando formas.
Já não me alimento de quases e muito menos consigo ser pela metade. Muito embora, muitas vezes a vida exija isso de mim. Quero continuar transfigurada por esse paradoxo que me apanhou em meio a loucura humana.

"Cultivo alegrias num jardim onde estamos eu, os sonhos idos, os velhos amores e seus segredos." (Lya Luft)

14 comentários:

  1. E que continue adocicando teus dias, tais belas sensações..

    Lindo..

    ResponderExcluir
  2. Querida, muita saudade de vc.
    Andei meio sumida daqui, mas cá estou de volta!!

    Aqui ficou lindo! essa estampa de rosas, ficou incrível, suave e intenso como você!

    Um carinho meu,
    Mell

    ResponderExcluir
  3. Estou no mesmo jardim que você.

    ResponderExcluir
  4. Eu desejo esta calmaria, reclamava quando a tinha, mas a ausência disso ...é pior ainda. Uma grande desorganização de idéias.
    .

    Kisses, Darling.

    ResponderExcluir
  5. nossos jardins nunca parecem perfeitos, nao é mesmo? mas pode ter certeza que sempre sao muito melhores do que nós imaginamos.
    seu blog é lindo, querida. estou seguindo, se der.. passa pelo meu tbm!

    =)
    Beijo.

    ResponderExcluir
  6. VIVER de forma intensa e com a alma é isso...um dia de cada vez.
    bjuz!!!

    ResponderExcluir
  7. E de alguma forma chegou o momento de ser feliz. Não desperdíce a oportunidade.

    ResponderExcluir
  8. então, foi paixão recíproca hahaha
    fique avontade por lá, flor.

    =)
    beijo

    ResponderExcluir
  9. Oi,Nara!Obrigada pela visita!
    Nada melhor do que estarmos em paz com a gente mesmo, pois a inquietude da alma é algo que me faz muito mal...
    Adoro Lya Luft ela é uma escritora e tanto.
    Um ótimo começo de semana!
    Beijosss

    ResponderExcluir
  10. amadurecimento. engano. cômodo.

    ainda não dá pra saber.

    abreijos.

    ResponderExcluir
  11. Mastigo caminhos meio andados, digiro aproximações de felicidade, inspiro céus, expiro estrelas.

    Lindo aqui.

    ResponderExcluir
  12. Difícil decifrar o que seja. Mas se faz bem, então não é bom entender e muito menos explicar. Aproveite.

    ResponderExcluir

Diga-me você...