sábado, 28 de novembro de 2009

Moldura do meu corpo

Não se demore amor, nosso domingo está chegando e minh'alma está gritando na sede de te encontar. Doida pra sentir teu cheiro, tu'alma encostar na minha num sorriso frouxo... aquele que só você consegue libertar. Seremos cúmplices, amigos, compartilharemos sorrisos, abraços, beijos e amaços. Sonharemos juntos, brincaremos juntos, dançaremos juntos e nos amaremos como no primeiro segundo que meu olhar fitou o teu.

"E o seu abraço será a moldura do meu corpo.
E a minha boca o pretexto
para o seu mais demorado beijo.

(...)

E eu vou inventar uma madrugada eterna
pra quando você tiver que ir embora no dia seguinte.
E você vai inventar um domingo que vai durar pra
sempre porque tenho preguiça das segundas-feiras."


10 comentários:

  1. Oun. espero que ele veja isso.
    o/

    adorei .

    Amo declarações singelas assim.

    ResponderExcluir
  2. domingo é um dia monótono pra mim.
    café quente de manhã.
    e poesia até de noite.

    só.

    ResponderExcluir
  3. Serão tudo e continuarão sendo, não importando quantos dias amanheçam depois, enquanto houver vontade mútua.

    ResponderExcluir
  4. Seu blog é muito fofo!!!
    amei... vou voltar sempre!!
    bju

    ResponderExcluir
  5. Tem carinho pra ti lá no meu blog flor (:
    Bj bj

    ResponderExcluir
  6. Perfeito!
    Principalmente pela parte do "domingo eterno"rsrs
    Um sonho em comum...

    ResponderExcluir

Diga-me você...