sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Wanderlust

Meus pés são feitos de vento. E às vezes necessitam tanto de desprendimento que voam. Preciso tanto de abrigo quando de liberdade. E, me diz, há maior liberdade do que passarinhar, pousar e pulsar mais uma vez?

Como diz minha mãe com aquela cara meio risonha e inteiramente sábia em suas palavras, “essa menina é passarinho, não adianta...” E ela tem razão. Não nasci pra viver num só porto nem pra pertencer. Nasci pra alma, pra todas as formas de amar, pro gosto, pro vento, pra lua, pro mar, para os pés no chão, na estrada, nas estrelas. Nasci pra poetizar. Pra ver o sol nascer e depois vê-lo ser tragado pelo mar, lá no horizonte. Nasci pro que é e pro que ainda será. Nasci para as sensações e emoções. Nasci pra vida... Nasci pra sentir.

“Rather sailing into nature's laws and be held by ocean's paws.
Relentlessly craving, wanderlust.
Peel off the layers until you get to the core.
I feel at home whenever the unknown surrounds me.
I receive its embrace aboard my floating house.” ♪


13 comentários:

  1. E concretizou com sucesso tudo que disse, Nara querida. Nasceu pra encantar e poetizar muito bem e consegue fazer isso naturalmente; simples assim! Voe passarinha, mesmo em meio às tempestades da vida. Sei que voarás longe e mais alto se continuar assim...de asas tão leves e um coração brando que só vendo! Suas palavras amaciaram meu coração. Um beijo carinho.

    Au revoir :)

    ResponderExcluir
  2. Todos nascemos para isso, mas poucos sabem, e quando descobrem, ou já é tarde ou não sabem como começar.

    Flores e uma ventania
    de bons pensamentos, moça.

    ResponderExcluir
  3. Passarinho às vezes quer se esconder no ninho porque o mundo é mau...

    Cuidado no teu voar, guarda bem tuas asas, teu sentir, teu pensar. E saiba onde pedir socorro caso roubem alguma parte de ti.

    Liberdade é o bem mais perigoso que conheço.

    ResponderExcluir
  4. Pra brilha também rs'.
    Um encanto só ... ((:

    Beijo.

    ResponderExcluir
  5. E quem de nós não deseja a liberdade, a felicidade?
    Nascemos para voar, conhecer, passarinhar...

    Beijos*:

    ResponderExcluir
  6. como disse uma amiga minha para mim nos últimos dias, direi para você: "você não escreve, menina, você SENTE!". adorei tuas palavras!
    um beijo,
    Juliana.

    ResponderExcluir
  7. Acho, tendo quase certeza, que criamos algum tipo de conexão por aqui. Porque se existe que eu almeje mais do que isso eu não conheço. Essa tal de liberdade, essa sede pelo mais, esse gosto pelo vento, vontade de abrir os braços e quem sabe ir para um lugar menos superficial e mais blues. Achei lindo cada palavra. Achei maravilhoso o sentido de tudo isso. Beijos, Bia.

    ResponderExcluir
  8. Voe, alto ou baixo, pode e deve voar sempre...mas nunca deixe de me avisar. Te amo, manina linda♥

    ResponderExcluir
  9. Lindo, Narinha.
    Todos nós nascemos para sentir, tenho certeza.

    ResponderExcluir
  10. Podia dizer que o teu blog é lindo que não estaria a mentir mas o qe fez esta preguiçosa comentar foi mesmo vir dizer que tens um nome Liiiindo!

    ResponderExcluir
  11. Amor, postei um poema no blog, talvez você goste de lê-lo..

    ResponderExcluir
  12. - Faço votos para que todos se deixem influenciar por esta época Natalícia e possam olhar para o mundo de uma forma mais ternurosa e misericordiosa. Que todos os corações possam bater ao compasso do amor. Feliz Natal e um Ano Novo repleto de saúde e felicidade!

    http://3.bp.blogspot.com/_8Oz9ZAawUTM/TRdv7ZJ4j7I/AAAAAAAAEDY/0-zsE0TynA8/s1600/tumblr_kv7v8xPZDn1qzzefvo1_500_large.jpg

    Abraço! (:

    ResponderExcluir

Diga-me você...