segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Eu Vida

Me vi sendo inteira,
onde outrora eu fora apenas metade;
leveza,
onde outrora eu fora rudeza;
harmonia,
onde outrora pairava apenas desequilíbrio.
Há sorriso,
onde outrora apenas uma linha fina;
há doçura nos meus olhos
antes apenas injetados no mundo;
há dança,
onde antes jazia um corpo rígido.
Hoje, há renascimento,
onde outrora só havia uma morte constante das coisas belas.
Hoje, há Eu Vida.

22 comentários:

  1. Nara e seu equilibrio perfeito com as palavras.

    ResponderExcluir
  2. Se houve renascimento é porque houve morte, para dar um espaço genuíno à vida, para que enfim, o nada seja tudo.Beijos, Fernanda.

    ResponderExcluir
  3. de outra forma: houve o renascimento, onde outrora só havia morte..

    ResponderExcluir
  4. E muita poesia, de certeza. Palavras lindas, de verdade.

    ResponderExcluir
  5. uuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuh, *-*

    ResponderExcluir
  6. E assim renascer a cada dia. Uma nova vida, a mesma vida.

    Beijos*:

    ResponderExcluir
  7. Hoje na vida há você, poesia ♥




    Lindo lindo.

    ResponderExcluir
  8. Como é bom nos sentirmos em nós, e viva.

    ResponderExcluir
  9. Alma quando se desfaz sempre retorna, pois que é eterna, etérea...que nesse novo ciclo ela encontre a serenidade e o equilíbrio perdido no passado.Beijos

    ResponderExcluir
  10. Que seja constante essa vontade de superar o outrora e renascer, cada vez mais plena.

    Me encho de encanto. Como escreves assustadoramente bem!

    beijo Nara

    ResponderExcluir
  11. Mesmo me compartilhando e doando-se por inteira.
    Não me sentia vazia

    ResponderExcluir
  12. Pudera eu me sentir assim... Linda.

    ResponderExcluir
  13. Viver..renascer é se fazer eterno...renascer é um dos mais
    preciosos compromissos
    com a vida,
    com a esperança,
    com a essência que nos habita.Um abraço carinhoso querida.

    ResponderExcluir
  14. Belíssima obra, profunda, escrita com a alma!
    Grande abraço e sucesso!

    ResponderExcluir
  15. Adoro a inconstância da vida. Ora, como dizem por aí, o mundo da voltas! Gostei demais do texto! Um grande abraço e uma ótima semana.

    ResponderExcluir
  16. Fiz uma postagem no Sereníssima, dediquei ao Distraído Estou Salvo!

    Beijos.

    ResponderExcluir
  17. Bom olhar pra si e encontrar algo parecido com renovação não é?! bjs moça!

    ResponderExcluir
  18. Que bom que as mudanças são inexoráveis!

    Abraços Imundos...

    ResponderExcluir
  19. Poetizar com você agora, foi compreender, onde somos tudo isso. Maravilhoso Nara!

    ResponderExcluir
  20. Tudo o que vc posta eu acho lindo...Aliás seu blog vive nos meus favoritos... Desejo que você
    Não tenha medo da vida, tenha medo de não vivê-la.
    Não há céu sem tempestades, nem caminhos sem acidentes.
    Só é digno do pódio quem usa as derrotas para alcançá-lo.
    Só é digno da sabedoria quem usa as lágrimas para irrigá-la.
    Os frágeis usam a força; os fortes, a inteligência.
    Seja um sonhador, mas una seus sonhos com disciplina,
    Pois sonhos sem disciplina produzem pessoas frustradas.Seja um debatedor de idéias. Lute pelo que você ama...Continue a ser esta pessoa amavel e doce que és postando e escrevendo coisas maravilhosas segundo a capacidade que és mulher...Na fragelidade e na força que fora feita... Um carinho e afetuoso bj em teu coração
    vc ja esta em meus favorito...
    Convido-a a fzer parte do meu blog...

    ResponderExcluir

Diga-me você...