quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

A(mar)

Pés descalços na areia, mãos e corações dados, fomos de encontro ao mar. A plenitude daquele instante encheu-me de paz e gratidão. Deitados na areia, eu sorria tímida, com a cabeça no teu peito, enquanto você afagava meus cabelos e me beijava a testa. Naquele momento, éramos como dois sóis sob aquele sol, que pouco a pouco, era tragado pelo mar. O som que fez o mar enquanto lambia a areia era o mesmo que ecoava dentro de mim enquanto você me beijava.

"Mas quando o meu corpo encontrou esse amparo que é o seu, pensei:
em algum sonho eu já estive aqui."
[Marla de Queiroz]

12 comentários:

  1. foi a coisa mais linda que eu li hoje!
    com certeza *-*

    beijo, flor
    tenha um ótimo feriado!

    ResponderExcluir
  2. Lembrou-me muito virgínia woolf. E como não poderia deixar de ser, acompanhei cada frase com um suspiro lento e uma paz no coração. Lindo!

    ResponderExcluir
  3. Quero sentir essa paz também, a praia é um lindo cenário para um casal.

    ResponderExcluir
  4. Blé, que lindo Nara. Sério, parabéns ^^ a imagem foi linda

    ResponderExcluir
  5. "em algum sonho eu já estive aqui."

    ResponderExcluir
  6. O mar me dá uma sensação de paz indescritível, coisa linda desse mundo. Como se fosse pouco, Dona Nara, tu ainda vem falar de coisas mais bonitas.
    Suspiros. Muitos.
    Linda, a tua prosa em verso.
    Lindo, o sentimento escancarado.
    Lindos, como você.

    Saudade, viu?

    ResponderExcluir
  7. E releio mais uma vez. Há uma poesia contida, no entanto que nos faz imaginar. Isso é poético. E é lindo como escreves Nara. Parabéns!

    ResponderExcluir
  8. O mar é como o amor né?Intenso nos momentos de paixão e serenos nos olhares ternos.

    Fernanda

    ResponderExcluir
  9. difícil descrever sensações, mas fizeste isso tão bem.

    ResponderExcluir

Diga-me você...